Título

Livro Pirata

Catalogação

Tipo: Blog

Categorias: encadernação, experimentos

Tags:

Umas das questões filosóficas sobre o mundo da criação que sempre me vem a cabeça, mas esse ano que surgiu de forma mais madura é a respeito de como lidamos com a propriedade intelectual. Se analisarmos outros campos como as áreas da programação ou da música vemos que essas questões estão bem a frente comparadas com o mundo do design gráfico. Como devemos lidar com a própria criação e a apropriação? Enfim, essa é uma questão que merece ser vista por todos que atuam na área, mas não é o foco desse post discuti-las.

A questão desse post é uma das coisas dentro dessa temática que caiu na minha mão semana passada. Um projeto chamado Livro Pirata que foi liderado pela artista Beatriz Bittencourt, onde é feita uma releitura do clássico História da Arte Européia do Gombrich. Foram convidados diversos artistas que ficaram responsáveis pelo redesenho de algumas páginas do livro.

O resultado é algo bem experimental cheio de liberdade de expressão que foge do contexto clássico e ponderado do livro para se transformar mais em um objeto de arte do que sobre arte.

Bem, no site do livro há uma versão em PDF para ser roubada e impressa por quem quiser. Resolvi então produzir o meu próprio volume, mas com algumas modificações.

O arquivo fornecido foi idealizado para ser encadernado a partir de folhas soltas e eu queria fazer utilizando cadernos. Também senti a necessidade de produzir em uma impressora A4 e o livro veio sem sangria e precisava dela pois minha impressora não é muito precisa no frente e verso. Então basicamente fiz quatro processos com o arquivo original:

  1. Importar o PDF para o InDesign, reduzindo o tamanho para um formato de caderno adequado ao A4; (usei um script que me ajudou nisso, o link pra baixar tá aqui!)
  2. Inserir uma borda preta externa as páginas que funcionaria como sangria;
  3. Colocar mais 2 páginas para fechar cadernos perfeitos já que o livro tem 126 e 128 páginas me permitiria trabalhar com cadernos de 16 ou 32 páginas mais tranquilamente e facilitaria a imposição
  4. Fazer a imposição e mandar bala na impressão e costura!

O resultado final segue nas fotos abaixo:

Pra quem curtiu e quiser também se apropriar disso, disponibilizo aqui o arquivo para download com a imposição para a4:

http://www.4shared.com/office/LiHLCu_h/LivroPirata_Imposicao.html

Se alguém quiser se introduzir na discussão sobre apropriação recomendo dois documentários com legendas em português:

Everthing is a Remix

Good Copy Bad Copy

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *