Catalogação

Tipo: Blog

Categorias: ilustração, textos

Tags:

Para os que chegaram até aqui esperando uma crítica ao corintianos, talvez seja melhor procurar um outro blog para ler!

Já faz um tempo que queria falar sobre o Corinthians, e a forma como algumas pessoas lidam com isso. Anti-corintianos, e ou qualquer coisa do tipo e quanto isso é uma espécie de preconceito mascarado com várias coisas.
Nasci na zona-leste de São Paulo e como muitas pessoas daqui fui corintiano, mas crescendo fui largando de mão e hoje não acompanho absolutamente nada de futebol. Mas toda as vezes que vem as frases, “tinha que ser corinthiano”, ou “esses caras estragam o futebol”, ou coisas do tipo “pra mim não importa quem ganha mas sim que o Corinthians perca”, fico pensando por que tanto ódio?

Pra mim em uma análise rasa das coisas esse ódio vem de que a maioria deles são pobres e moram na periferia. Isso mesmo, xingar o negro, a periferia, pode ficar mal, mas o Corinthians que mal tem? Mas outros vão dizer, eles são chatos, estouram fogos toda hora, gritam e destroem a cidade em seus jogos, são um bando de ladrões. E ai eu penso, bem eles são uma das maiores torcidas do Brasil, é óbvio que tudo que acontecer vai acontecer em maior escala. A única torcida organizada é a gaviões? Em toda briga são mais 1, será que apenas corintiano são violentos?
Os únicos torcedores que não me deixaram dormir na minha vida, foram os são-paulinos. Vizinhos estes que não me deixam dormir não só apenas em jogos do São Paulo, mas em qualquer comemoração do ano. Então eu deveria odiar todos os torcedores do São Paulo?

O mal não ta na camisa, mas sim nas pessoas. A violência não é o time, assim como a falta de respeito. Pessoas chatas existem, e elas estão em todos os lugares.

Até que ponto vale a pena alimentar um ódio por algo que na verdade você nem sabe ao certo? Até que ponto vale a pena torcer pela derrota e não pelas vitórias?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *